loading…

FOCUSSOCIAL

Famílias apoiam famílias

Movimento solidário em tempos difíceis

O movimento de solidariedade social “Dê a mão. Seja solidário” entrou em ação em Março de 2010. No momento, está a apoiar 70 famílias com 250 euros por mês. A ajuda destina-se a famílias em situação económica muitíssimo difícil, a residirem em qualquer ponto do país. Os grupos de apoio a famílias atuam, preservando o direito à intimidade e privacidade dos agregados familiares mais carenciados. Atualmente, esta ação solidária cobre os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Guarda, Castelo Branco e Faro.

Até ao momento, este movimento mereceu a adesão de cinco centenas de pessoas dispostas a “dar a mão”. Cada grupo de apoio, composto por dez doadores, responsabiliza-se pelo apoio económico, durante um ano, a uma família concreta. Cada doador, sempre integrado num grupo de apoio, contribui com 25 euros mensais, cerca de 83 cêntimos por dia. O Cónego José Manuel dos Santos Ferreira, Prior da Paróquia de Santa Maria de Belém, Jerónimos, em Lisboa, é responsável pela conta bancária específica afeta a esta iniciativa de intervenção social e pelo encaminhamento da verba para cada família.

Por sua vez, a EAPN Portugal, parceira do projeto, tem a responsabilidade de selecionar as famílias e de verificar até quando precisam deste apoio. A verificação das circunstâncias relativas a cada família, que fundamentam a atribuição do apoio, é da responsabilidade da equipa da EAPN Portugal. «A equipa verifica ao 4.º e 8.º mês do decurso da ação, se a família continua a necessitar de apoio económico ou não», explica Sandra Araújo, diretora executiva daquela organização não-governamental. «A situação do "próximo" assume, presentemente, tal gravidade que, para quem tem emprego assegurado, este apoio não constitui apenas uma questão de solidariedade. É uma exigência de justiça», afirma.

O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado, a Associação Sindical Juízes Portugueses, o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, a Associação Sindical dos Professores Licenciados e a Universidade Católica divulgam a iniciativa na internet. Pode, também, encontrar-se informação no site da Paróquia de Santa Maria de Belém.

MC

Enviar por email