loading…

FOCUSSOCIAL

Uma pausa com... Sérgio Almeida

Sérgio Almeida (Luanda, 1975) é autor dos livros “Análise Epistemológica da Treta” (contos), “Armai-vos uns aos Outros” (novelas), “Como ficar Louco e Gostar Disso” (poemas), “Ob-Dejectos” (prosa poética) e “Não Conto”, livro originalmente publicado no Brasil, pela Thesaurus Editora, em 2013, que vai conhecer este ano uma edição em Portugal.

Coordenou o volume “Poesia Traduzida de Luiza Neto Jorge" e integrou as coletâneas de contos “Fora de Jogo” e “O Livro do São João”.

É membro do coletivo de poesia Sindicato do Credo, autor de performances sobre a obra de poeta como Fernando Pessoa, Manuel António Pina e Sebastião Alba.

Jornalista na área cultural desde 1999, é o moderador do ciclo de conversas com escritores “Porto de Encontro”, no Porto.

O elefante que não sabia voar

O elefante que não sabia voar

“O elefante que não sabia voar” é o título do novo livro de Sérgio Almeida, publicado pela Caminho das Palavras. Depois de várias obras em géneros como os contos, novelas e poesia, o autor estreia-se no mundo infantojuvenil com uma história situada nos primórdios do reino animal que alia o sonho, a imaginação e o poder da amizade.

Há muito, muito tempo, o céu era a casa dos elefantes. Com as orelhas desfraldadas e a cauda em riste, chegavam mais longe e mais alto do que a nossa vista alcança, abraçando a lua ou conversando com as estrelas. Os dotes voadores dos nossos amigos paquidermes logo despertaram invejas no reino animal, mas, apesar de hoje esconderem o seu talento de (quase) toda a gente, nem assim ficaram de trombas e continuam alegremente com a cabeça nas nuvens. Quem disse que os elefantes não podem voar?

 

Enviar por email