loading…

FOCUSSOCIAL

Exposição “Um Click pela Inclusão Social”

Projeto promove empreendedorismo jovem através da fotografia

Utilizar a fotografia como instrumento de inclusão e de estímulo da criatividade, promovendo as competências e a capacitação de jovens entre os 15 e 27 anos foi o propósito deste projeto de intervenção social.

Com inauguração marcada para amanhã, a exposição patente no centro comercial Alegro Alfragide, dará a conhecer o trabalho artístico dos alunos deste projeto, através das suas fotografias.

“Um Click pela Inclusão Social” é uma proposta de intervenção social promovida pela Fundação AMI e financiada pela Fundação Jumbo para a Juventude, que utiliza a fotografia participativa como um instrumento de inclusão, de diálogo intercultural, e de estimulação da criatividade, através de técnicas de promoção de empowerment individual e comunitário. O projeto culminou com o desenvolvimento de um projeto final de curso que resulta agora nesta exposição fotográfica e na criação de uma Bolsa Social de Fotógrafos.

Entre julho de 2016 e janeiro de 2017, 6 jovens do Centro Porta Amiga de Chelas (Lisboa) aderiram a esta iniciativa-piloto, tendo nesses seis meses, adquirido as competências técnicas e de criatividade que os capacitaram para encarar a fotografia como um instrumento de inclusão, participação e capacitação pessoal e profissional. Até julho, vai decorrer a fase de pós-acompanhamento do projeto, no qual serão desenvolvidos vários workshops temáticos e que versarão, entre outros temas, sobre a empregabilidade, gestão de redes sociais e de ordem técnica.

Para o segundo semestre de 2017, está já agendado o arranque da segunda edição deste projeto, desta vez em Vila Nova de Gaia.


“Este projeto é um excelente exemplo de como o trabalho em parceria com entidades diferentes da sociedade pode contribuir para a construção de um mundo mais justo, mais inclusivo e melhor.

A AMI acredita nas gerações mais jovens e procura, por isso, proporcionar-lhes as ferramentas necessárias para que tenham um futuro de sucesso, digno e feliz. Estes jovens demonstram que não há montanha inacessível, obstáculo inultrapassável, desafio impossível, e a AMI não poderia estar mais orgulhosa!”


Fernando de La Vieter Nobre – Presidente da Fundação AMI


“Para nós, este é um projeto diferenciador e inclusivo que pretende dar resposta a uma problemática social e económica emergente, nomeadamente, o desemprego e a ausência de oportunidades. Agarrando na “fotografia” como eixo profissionalizante, espera-se motivar jovens e dar-lhes competências profissionais, mas também proporcionar-lhes um aumento de confiança e de determinação, competências sociais fundamentais para um futuro com mais oportunidades e sucessos. Estou certa que este será um curso completo, enriquecedor e que marcará a vida destes jovens!”

Clara Costa - Fundação Jumbo para a Juventude em Portugal


“A Restart decidiu apoiar o projeto da AMI, pois está alinhado tanto na missão como nos valores que a Restart representa, não só como escola de formação de referência na área de Fotografia, mas também nos deveres que tem, enquanto polo dinamizador e promotor do desenvolvimento social. É através de parcerias como esta que conseguimos democratizar o acesso a formação técnica profissional com os melhores equipamentos e formadores. Esperemos que os alunos aproveitem a oportunidade que lhes é dada e absorvam cada momento de formação que poderá representar um momento de viragem nas suas vidas.”

Miguel Tavares Gomes - Coordenador de Comunicação Restart

+ info: www.ami.org

Enviar por email