loading…

FOCUSSOCIAL

Prémios “Pela Diversidade Cultural 2016” foram entregues

A cerimónia de entrega dos prémios de comunicação Pela Diversidade Cultural 2016, promovida pelo Alto Comissariado para as Migrações, decorreu ontem, na Fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa. O trabalho de televisão “Do Bairro de Lata à Galeria de Arte Pública”, transmitido pela SIC, no Rubrica “Perdidos e Achados”, da autoria de Catarina Neves, Odacir Júnior, João Nunes, Cláudia Araújo e Madalena Durão, levou para casa dois troféus, o de Prémio Diversidade Cultural, o principal deste concurso, e o de Prémio Televisão.

Os vencedores não deixaram de manifestar a sua satisfação por esta atribuição: "A Arte salva-nos! Acredito que através da aposta na Arte, a sociedade muda para melhor!", disse a jornalista Catarina Neves. A  reportagem, “Do Bairro de Lata à Galeria de Arte Pública”, realizada na Quinta do Mocho, em Sacavém, concelho de Loures, um bairro conhecido outrora por ser muito problemático, mostra-nos como a arte pode ser uma poderosa ferramenta. “Uma zona onde os autocarros não iam, é hoje um espaço onde se fazem visitas guiadas para ver as obras de arte. Vão lá ver!" referiu a autora do trabalho, com imagem de Odacir Júnior e edição de João Nunes.

A reportagem vencedora centra-se na requalificação da Quinta do Mocho, um bairro que tem agora o estatuto de Galeria de Arte Pública. Em cerca de um ano, mais de 45 artistas pintaram 50 paredes exteriores do bairro.
 

O Prémio Imprensa Escrita foi atribuído, ex aequo, às reportagens “Juventude em Jogo”, de Sofia da Palma Rodrigues e Diogo Cardoso, publicada no jornal Público e na publicação multimédia Divergente, e “Devolvidos a Cabo Verde”, de Catarina Gomes, Vera Moutinho e Rui Gaudêncio, publicada no Jornal Público.

O Prémio Órgãos de Informação Regionais e Locais incluiu este ano uma Menção Honrosa para o trabalho “Como é que os muçulmanos de Leiria vivem o Ramadão?”, de Carlos dos Santos Almeida, publicado no semanário “Região de Leiria”. Nesta categoria, o troféu vencedor foi atribuído a Patrícia Duarte pelo seu trabalho “A pequena Índia da Marinha Grande”, publicado também neste semanário.
O Espetáculo Teatral “Com Paixão”, da Associação Teatro Ibisco – Teatro Inter Bairros Para a Inclusão social e Cultura do Optimismo, venceu o Prémio Diversidade nos Guiões.

Jéssica Ferreira, Juliana Rocha e Ana Filipa Teixeira venceram o Prémio Jovem com o trabalho “Depois da Tempestade, o Alentejo”, publicado no jornal “Diário do Alentejo”.
O Prémio Rádio contemplou apenas uma Menção Honrosa ao trabalho “Estudar também é lutar”, da autoria de Carolina Ferreira e Pedro Teodoro, transmitido na Rádio Antena 1, no Programa “Só Neste País”.
Quanto ao Prémio de Fotojornalismo, o júri optou por não atribuir qualquer Prémio ou Menção Honrosa.
Nesta 2ª edição foram recebidos 30 trabalhos a concurso, avaliados por um júri constituído por Clara Almeida Santos, vice-reitora da Universidade de Coimbra para a Comunicação e Cultura, Fernando Cascais, Professor doutorado em Ciências da Comunicação, Lívio de Moraes, Professor de História de Arte, e Pedro Santos Pereira, jornalista.

A cerimónia abriu com a atuação do Mestre griot do Kora, Braima Galissá e contou com as presenças da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, e do Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, que entregaram os troféus aos vencedores.
Catarina Marcelino realçou a importância do "papel da Comunicação Social para dar voz aos problemas reais das pessoas e dar visibilidade às diferenças, à diversidade!", salientando o valor destes profissionais para "a construção de uma sociedade que diz “Não ao Racismo e Sim à Diversidade!".
 

Lista de prémios

Prémio Jovem
“Depois da Tempestade o Alentejo”, da autoria de Jéssica Ferreira, Juliana Rocha e Ana Filipa Teixeira - Jornal Diário do Alentejo (Vencedor)

Prémio Órgãos de Informação Regionais e Locais
“A pequena índia da Marinha Grande”, da autoria de Patrícia Duarte - Semanário Região de Leiria (Vencedor)
“Como é que os muçulmanos de Leiria vivem o Ramadão?”, de Carlos dos Santos Almeida - Semanário “Região de Leiria (Menção honrosa)

Prémio Imprensa Escrita

“Juventude em Jogo”, de Sofia Rodrigues e Diogo Cardoso - Jornal Público (Vencedor ex-aequo)
“Devolvidos a Cabo Verde”, de Catarina Gomes, Vera Moutinho e Rui Gaudêncio - Jornal Público (Vencedor ex-aequo)

Prémio Rádio

“Estudar também é lutar”, de Carolina Ferreira e Pedro Teodoro - Rádio Antena 1, no Programa “Só Neste País” (Menção honrosa)

Prémio Diversidade nos Guiões

Espetáculo Teatral “Com Paixão”, da Associação Teatro Ibisco – Teatro Inter Bairros Para a Inclusão social e Cultura do Optimismo (Vencedor)

Prémio Televisão

“Do Bairro de Lata à Galeria de Arte Pública”, de Catarina Neves, Odacir Júnior, João Nunes, Cláudia Araújo e Madalena Durão - SIC, na rúbrica “Perdidos e Achados” (Vencedor)

Prémio Diversidade Cultural
“Do Bairro de Lata à Galeria de Arte Pública”, de Catarina Neves, Odacir Júnior, João Nunes, Cláudia Araújo e Madalena Durão - SIC, na rúbrica “Perdidos e Achados” (Vencedor)

+ info: http://www.acm.gov.pt/

Enviar por email