loading…

FOCUSSOCIAL

PARAR, PENSAR, AGIR!

Roteiro Cidadania em Portugal quase na reta final

As contas, por alto, são estas: 280 dias; 165 concelhos visitados; 200 locais envolvidos pelo Roteiro; 15000 km percorridos; 10900 participantes; 260 ações locais; 550 entidades parceiras, mais 25 nacionais; 4 microprojetos. Falamos do projeto “Roteiro Cidadania em Portugal”, iniciativa da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

Lançado no dia 24 de outubro do ano passado – Dia Municipal para a Igualdade – está previsto o seu término no dia 31 de julho do corrente ano. O balanço feito até ao momento é positivo. De acordo com Catarina Marcelino, Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, “ainda não podemos dar-vos o balanço final, pois ainda estamos no terreno mas o trabalho com as populações tem sido muito positivo”.

PARAR, PENSAR, AGIR!

E explica: “Temos tido um bom retorno, por parte de todo o país, nomeadamente o interior e as ilhas. Desafiamos as redes e as comunidades locais de todo o país a uma viagem de descoberta, reflexão e ação sobre cidadania e participação. Uma equipa de animação e comunicação e uma carrinha, devidamente equipada com recursos lúdico-pedagógicos, apoiam a dinamização de atividades propostas por parcerias locais e pôr o país a pensar e a agir sobre as desigualdades, as discriminações e as violências que ainda persistem” referiu Catarina Marcelino.

A missão do “Roteiro Cidadania em Portugal” passa pela promoção da igualdade de oportunidades para a melhoria da qualidade de vida das populações do todo o país dinamizando e congregando esforços e apoios para a atuação em rede das ações de instituições, grupos e indivíduos em prol do desenvolvimento local.

“Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.” Diz assim o 13.º artigo da Constituição da República Portuguesa - Princípio da Igualdade - onde assenta o porquê de todo este trabalho cujos objetivos passam por: PARAR (para dialogar e partilhar informação e conhecimento acerca da cidadania e igualdade);  PENSAR (conjuntamente com as comunidades e as redes locais de parceria, estratégias de territorialização de políticas públicas); AGIR (em prol da cidadania e igualdade, impulsionando todos/as os/as agentes de desenvolvimento social e mobilizando os recursos adequados em cada contexto).

PARAR, PENSAR, AGIR!

No  dia 11 de julho, a iniciativa Roteiro Cidadania em Portugal, passou por Leiria, numa parceria com a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, ANIMAR, EAPN Portugal, Núcleo Distrital de Leiria, Câmara Municipal de Leiria, InPulsar e o Projeto Redes na Quint@.

O Roteiro Cidadania em Portugal passou, ainda, nos últimos dias, nas regiões do Oeste, Coimbra e na Área Metropolitana de Lisboa, com um programa de atividades onde foi abordada a interculturalidade, a igualdade de género, e a cidadania ativa. O dia 22 de julho foi a data em que, com a participação de representantes de várias confissões religiosas, aconteceu o 1º Encontro Inter Espiritual e Cultural do Vale Encantado, em Arruda dos Vinhos, onde se debateu o tema “Como construir pontes ao invés de muros?”.

PARAR, PENSAR, AGIR!

*Caixa de uma entrevista que a Secretária de Estado da Cidadania e Igualdade concedeu à Focus Social e que, em breve, publicaremos na íntegra.

Enviar por email